DNA DO CRIME crítica da série brasileira da Netflix 2023

Foto: Netflix / Divulgação

“DNA do Crime”, a nova aposta brasileira da Netflix, emerge como uma jornada arrebatadora pelos meandros do sistema judicial e criminal do país. Com uma trama intricada e personagens envolventes, a série conquista a atenção do espectador, mas não está isenta de desafios que podem impactar sua recepção global.

Leia também

‘Round 6: O Desafio’, a competição implacável da vida

‘A Garota do Cigarro’: entre o amor, a rebelião e a redenção

‘A Criatura de Gyeongseong’: série de terror sul-coreana ganha trailer – VEJA!

Sinopse de DNA do Crime

Após um assalto de proporções épicas nas instalações de uma empresa de segurança privada no Paraguai, agentes federais da secretaria de Foz do Iguaçu iniciam uma complexa investigação. Seguindo o rastro das amostras de DNA que coletam, eles descobrem um vestígio que liga o roubo no país vizinho com outros crimes recentes, revelando um plano ainda maior envolvendo elementos criminosos dos dois países.

DNA do Crime é uma história real?

Sim, a trama da série é baseada em uma história real. O episódio que baseou o enredo ocorreu em solo paraguaio em 24 de abril de 2017. Na época, uma seguradora de valores foi assaltada por 30 criminosos que tinham metralhadoras, fuzis e granadas. O saldo total do ataque gerou um rombo de US$ 11 milhões para a instituição. Tudo dentro de um plano meticulosamente executado para obter a quantia milionária. Conforme o tempo passou, a investigação utilizou estratégias inovadoras, chegando aos criminosos a partir da coleta de material genético, descobrindo, ao fim, que a maioria dos envolvidos eram brasileiros.

Vale a pena ver DNA do Crime?

“DNA do Crime” segue uma narrativa não linear que se desdobra ao longo dos episódios. Inspirada em eventos reais, a série explora os aspectos complexos do código criminal brasileiro e destaca casos intrincados de DNA que desafiam as noções convencionais de justiça, explorando temas como corrupção, desigualdade, e os desafios enfrentados por aqueles que buscam o Judiciário. A capacidade de incorporar esses elementos à narrativa principal adiciona uma dimensão crítica e relevante à série, misturando elementos de drama criminal e thriller investigativo para manter o público envolvido.

A série apresenta uma gama diversificada de personagens, cada um com suas motivações e camadas. A profundidade psicológica dos protagonistas e antagonistas é uma das forças de “DNA do Crime”. A audiência é levada a uma viagem emocional, questionando constantemente as intenções e a moralidade de cada personagem, contribuindo para uma experiência de visualização mais rica. O elenco liderado por Maeve Jinkings, Rômulo Braga, Thomás Aquino ainda entrega performances notáveis, destacando-se tanto nos momentos de drama quanto nos de suspense.

Produção caprichada

Além disso, a produção atinge altos padrões, com cenários realistas e cinematografia envolvente. A direção habilidosa se destaca, especialmente na construção de tensão durante as cenas de investigação. A trilha sonora, embora não dominante, contribui efetivamente para o clima geral da série. No entanto, em alguns momentos, a extensão de certas cenas parece um pouco excessiva, testando a paciência do espectador.

“DNA do Crime” estabelece um padrão elevado para produções brasileiras na Netflix. Sua corajosa incursão nas complexidades do sistema judicial, aliada a uma trama envolvente e desenvolvimento de personagens profundo, demonstra a capacidade do Brasil em criar conteúdo televisivo que ressoa internacionalmente. Apesar de alguns desafios de ritmo, a série triunfa ao oferecer uma visão fascinante e uma crítica ferrenha ao processo criminal brasileiro, estabelecendo-se como uma obra cativante e provocativa.

DNA do Crime terá segunda temporada?

O sucesso que “DNA do Crime” vem fazendo, provavelmente, vai garantir uma segunda temporada da produção. Afinal, lidera – até o momento em que essa crítica foi ao ar – , o top 10 das séries mais vistas da Netflix. Mas, até agora, o serviço de streaming ainda não confirmou nada. Portanto, é aguardar para ver, mas, se depender deste que vos escreve, faz por merecer um novo ano na plataforma.

  • Vai comprar na Amazon? Então ajude o Flixlândia adquirindo seus produtos pelo nosso link:  https://amzn.to/3sJ9Y0d

Onde assistir à série DNA do Crime (2023)?

A série brasileira “DNA do Crime” estreou no dia 14 de novembro de 2023, no catálogo da Netflix.

Trailer da série DNA do Crime, da Netflix (2023)

DNA do Crime: elenco da série da Netflix (2023)

  • Maeve Jinkings
  • Rômulo Braga
  • Thomás Aquino

Ficha técnica da série ‘DNA do Crime’, da Netflix (2023)

  • Título original do filme: DNA do Crime
  • Temporada: 1
  • Criação: Heitor Dhalia, Bernado Barcellos, Leonardo Levis
  • Direção: Heitor Dhalia, Pedro Morelli
  • Roteiro: Heitor Dhalia, Aly Muritiba, Rosana Rodini, Mariana Vielmond, Bernardo Barcellos, Leonardo Levis, Bruno Passeri
  • Gênero: ação, policial, drama
  • País: Brasil
  • Ano: 2023
  • Episódios: 8
  • Duração: de 50 a 63 minutos
  • Classificação: 16 anos

3 thoughts on “‘DNA do Crime’ é uma produção brasileira de alto nível

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *