Rebel Moon - Parte 1 - A Menina do Fogo crítica do filme de Zack Snyder da Netflix 2023

Foto: Netflix / Divulgação

O Flixlândia teve a oportunidade de assistir a “Rebel Moon – Parte 1: A Menina do Fogo” (Rebel Moon – Part One: A Child of Fire), novo filme de Zack Snyder, durante a CCXP 23. Aqui, o renomado diretor com um currículo ousado – e divisivo -, mergulha no universo da ficção científica, buscando criar uma epopeia interplanetária que promete aventuras além da imaginação. Mas será que o cineasta conseguiu fazer um longa-metragem que agrade a gregos e troianos?

Leia também

Confira vídeo de bastidores com Zack Snyder de ‘Rebel Moon – Parte 1’

‘A Fuga das Galinhas 2’ consegue capturar a essência da animação original

Eddie Murphy volta com tudo no primeiro teaser trailer de ‘Um Tira da Pesada 4’: VEJA!

Sinopse de Rebel Moon – Parte 1: A Menina do Fogo

O enredo da parte 1 de “Rebel Moon” se desenrola em um cenário distante, onde Kora (Sofia Boutella) refugia-se em uma lua remota habitada por pacíficos agricultores. Contudo, a tranquilidade é rompida quando o Regente Balisarius (Fra Fee) e o Almirante Noble (Ed Skrein) ameaçam a colônia.

A protagonista, aliada ao fazendeiro Gunnar (Michiel Huisman), embarca em uma missão para reunir rebeldes e resistir à opressão intergaláctica. A trama segue a jornada do grupo enquanto enfrentam desafios, exploram mundos exóticos e se preparam para a batalha que decidirá o destino de Veldt.

Leia mais críticas de filmes da Netflix

Rebel Moon – Parte 1: A Menina do Fogo é bom?

“Rebel Moon” oferece uma imersão visual de tirar o fôlego, característica intrínseca ao estilo marcante de Zack Snyder. A escolha de Boutella como protagonista se mostrou acertada, elevando a protagonista Kora e proporcionando camadas de complexidade emocional à narrativa, fazendo do filme algo a mais do que uma mera aventura espacial.

Contudo, a narrativa sofre com a sombra de influências como “Star Wars” (1977) e “Sete Samurais” (1954), tornando-se previsível em alguns momentos e muito pouco inovador. Aqueles que apreciam a estética arrojada de Snyder podem encontrar um espetáculo visual impressionante, mas para quem busca originalidade narrativa, o filme pode parecer uma mistura de ideias já exploradas – inclusive com as já tão famosas e polêmicas câmeras lentas. O diretor, apesar de sua habilidade em criar imagens impactantes, tem dificuldades em equilibrar homenagem e originalidade.

Leia críticas de séries da Netflix

Conclusão

Em resumo, “Rebel Moon – Parte 1: A Menina do Fogo” é uma odisseia ambiciosa no panorama da ficção científica. A estética caprichada de Snyder, aliada à atuação envolvente de Boutella, cativam a audiência, proporcionando um espetáculo visual memorável, algo corriqueiro na carreira do diretor.

Contudo, a falta de inovação na trama certamente será um obstáculo para aqueles que buscam uma obra verdadeiramente original. Resta aguardar a parte 2, que estreia em 19 de abril de 2024, para saber se o cineasta conseguirá equilibrar melhor a reverência a suas influências com a criação de algo genuinamente novo em “Rebel Moon”.

*Filme assistido na CCXP 23

  • Vai comprar na Amazon? Então ajude o Flixlândia adquirindo seus produtos pelo nosso link: https://amzn.to/41fnLbN.

Siga o Flixlândia nas redes sociais

Onde assistir ao filme Rebel Moon – Parte 1: A Menina do Fogo (2023)?

O filme “Rebel Moon – Parte 1: A Menina do Fogo” estreia na sexta-feira, dia 22 de dezembro de 2023, no catálogo da Netflix.

Trailer do filme Rebel Moon – Parte 1: A Menina do Fogo, da Netflix (2023)

Rebel Moon – Parte 1: A Menina do Fogo – elenco do filme da Netflix (2023)

  • Sofia Boutella
  • Djimon Hounsou
  • Ed Skrein
  • Charlie Hunnam
  • Jena Malone
  • Cary Elwes
  • Anthony Hopkins
  • Michiel Huisman
  • Djimon Hounsou

Ficha técnica do filme Rebel Moon – Parte 1: A Menina do Fogo, da Netflix (2023)

  • Título original do filme: Rebel Moon – Part One: A Child of Fire
  • Direção: Zack Snyder
  • Roteiro: Shay Hatten, Kurt Johnstad, Zack Snyder
  • Gênero: ficção científica, aventura, ação, drama
  • País: Estados Unidos, Hungria, Suécia, Dinamarca, Reino Unido
  • Ano: 2023
  • Duração: 135 minutos
  • Classificação: 14 anos