Elliot - Uma História de Natal crítica do filme Netflix 2018

Foto: Netflix / Divulgação

Nem todos os elementos natalinos são criados iguais, e “Elliot: Uma História de Natal” (Elliot the Littlest Reindeer) parece se encaixar na categoria de filmes destinados a preencher o tempo durante as festas sem deixar uma marca duradoura. Essa animação canadense, dirigida por Jennifer Westcott, busca seguir os passos de clássicos como “Milagre na Rua 34” (1994) e “Um Duende em Nova York” (2003), mas sua execução genérica e falta de originalidade prejudicam sua capacidade de se destacar no reino das animações natalinas.

Leia também

‘Dias Difíceis’ é competente, mas desequilibrado

‘Os Caras Malvados: Um Natal do Mal’ oferece boas risadas

‘Trocados’ diverte, mas falta ousadia

Sinopse

Em um mundo onde as renas do Papai Noel são atletas de competição, Elliot, um pequeno pônei com grandes sonhos, decide participar das audições anuais para integrar a equipe de renas que puxa o trenó do Bom Velhinho. Quando uma vaga se abre, ele e sua amiga Hazel, uma cabra voraz, embarcam em uma jornada para o Polo Norte, enfrentando competição acirrada, vilões e desafios inesperados.

Vale a pena ver Elliot: Uma História de Natal?

A narrativa de “Elliot: Uma História de Natal” segue a fórmula clássica do conto do azarão que busca superar as adversidades para realizar seus sonhos. O problema reside na execução genérica e previsível dessa fórmula. A animação, embora polida e energeticamente entregue, carece de originalidade em seu design de personagens e cenários, resultando em uma experiência visual que não se destaca entre outras produções do gênero.

A tentativa de incorporar elementos de humor adulto cínico se perde em diálogos e situações que falham em cativar tanto crianças quanto marmanjos. A dualidade de tentar apelar para diferentes públicos resulta em um filme que não atinge plenamente nenhum deles. A animação ainda apresenta uma série de subtramas, desde a vilã que planeja transformar animais de um zoológico em petiscos até os conflitos familiares entre as renas. Mas esses elementos adicionais não acrescentam profundidade à narrativa e, em vez disso, contribuem para uma sensação de falta de foco.

Dublagem

O elenco de dublagem talentoso, incluindo Josh Hutcherson, Samantha Bee, John Cleese e Martin Short, faz o possível para elevar o nível do material, mas até mesmo eles são limitados por um roteiro que não oferece diálogos memoráveis ou desenvolvimento convincente de personagens. A falta de carisma nos antagonistas e o excesso de personagens “desagradáveis” contribuem para uma experiência que carece da empatia necessária para envolver o público.

A trilha sonora orquestral de Grayson Matthews é um dos poucos pontos positivos, proporcionando uma sensação festiva que complementa o clima natalino do filme. No entanto, mesmo esse aspecto é ofuscado pela sensação de que a produção é genérica, e feita sem a paixão e o cuidado necessários para criar uma obra duradoura.

Conclusão

Enfim, “Elliot: Uma História de Natal” pode encontrar algum apelo entre as crianças mais jovens que buscam entretenimento leve durante a temporada de festas. No entanto, sua falta de originalidade, humor inconsistente e execução genérica limitam seu potencial de se tornar um clássico natalino duradouro.

Enquanto tenta seguir os passos de filmes icônicos do gênero, como “A Rena do Nariz Vermelho” (1964), “Elliot: Uma História de Natal” falha em capturar a magia e a autenticidade necessárias para se destacar em um estilo repleto de concorrência.

  • Vai comprar na Amazon? Então ajude o Flixlândia adquirindo seus produtos pelo nosso link: https://amzn.to/41fnLbN

Onde assistir ao filme Elliot: Uma História de Natal (2018)?

A animação “Elliot: Uma História de Natal” estreou nesta quinta-feira, dia 30 de novembro de 2023, no catálogo da Netflix.

Trailer do filme Elliot: Uma História de Natal, da Netflix

Elliot: Uma História de Natal – elenco do filme da Netflix

  • Josh Hutcherson
  • Samantha Bee
  • Martin Short
  • Morena Baccarin
  • John Cleese
  • Jean Yoon

Ficha técnica do filme Elliot: Uma História de Natal, da Netflix

  • Título original do filme: Elliot the Littlest Reindeer
  • Direção: Jennifer Westcott
  • Roteiro: Jennifer Westcott
  • Gênero: animação
  • País: Canadá
  • Ano: 2023
  • Duração: 89 minutos
  • Classificação: livre

3 thoughts on “‘Elliot: Uma História de Natal’ é só mais uma animação genérica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *