A Cobertura crítica da série dorama sul-coreano da Netflix 2021

Foto: Netflix / Divulgação

A temporada 3 da série “A Cobertura” (Penteuhauseu) chega ao catálogo da Netflix nesta sexta-feira (29) cercado de expectativas para quem não pôde acompanhar o dorama sul-coreano anteriormente. A produção de 2021 encerra a saga deste drama policial com uma mistura de emoções intensas e controvérsias.

Leia também

Final de ‘Riverdale’ agrada tanto a fãs quanto a recém-chegados

‘Berlim’ mantém a magia (ainda que desgastada) de ‘La Casa de Papel’

‘Volume’ aborda temas complexos com coragem

Sinopse de A Cobertura, da Netflix

A terceira temporada começa com Seo-Jin (Kim So-yeon) e Dan-Tae (Uhm Ki-joon) escapando da prisão, desencadeando uma série de eventos que colocam os outros residentes da Hera Palace em situações cada vez mais perigosas.

A trama se concentra na vingança contra Su-Ryeon (Lee Ji-ah), Yoon-Hee (Kim Yoo-jin) e Logan (Eun-Seok Park), explorando conflitos entre o bem e o mal. No entanto, ao contrário das temporadas anteriores, a trama parece mais esporádica, apoiando-se em reviravoltas chocantes e mortes de personagens para manter a tensão.

Leia mais críticas de séries da Netflix

Vale a pena ver A Cobertura?

A resposta a essa pergunta é complexa e depende da sua experiência com as temporadas anteriores. A terceira temporada tenta superar seus predecessores, mas, em retrospecto, algumas das estratégias adotadas podem não ter sido tão eficazes. Embora haja momentos surpreendentes, a recorrência de mortes simuladas e reviravoltas familiares dilui o impacto emocional. Os personagens continuam interessantes, com destaque para o desenvolvimento de Seok-Kyung (Han Ji-Hyun), mas outros parecem menos relevantes.

A série, em seu desfecho, perde um pouco da coesão que a tornou viciante nas temporadas anteriores. A trama parece esticada, e o enfoque constante no drama e nas revelações parece excessivo. A polêmica em torno de certos aspectos, como a representação de personagens, ainda adiciona uma camada adicional de controvérsia.

Leia críticas de filmes da Netflix

Conclusão

Em suma, “A Cobertura” encerra uma jornada que foi, sem dúvida, inesquecível para os espectadores. Apesar de suas imperfeições, a série conseguiu manter uma base de fãs fiéis ao longo das temporadas, proporcionando reviravoltas dramáticas e personagens memoráveis.

No entanto, a conclusão pode deixar alguns espectadores divididos, pois a produção tenta manter o equilíbrio entre o impacto emocional e as reviravoltas exageradas. Para quem embarcou nessa “viagem” desde o início, será um adeus agridoce a um universo instigante e muitas vezes perturbador.

  • Vai comprar na Amazon? Então ajude o Flixlândia adquirindo seus produtos pelo nosso link: https://amzn.to/41fnLbN

Siga o Flixlândia nas redes sociais

Onde assistir à série A Cobertura (2021)?

A temporada 3 da série sul-coreana “A Cobertura” estreou nesta sexta-feira, dia 29 de dezembro de 2023, no catálogo da Netflix.

Trailer da temporada 3 de A Cobertura (2021)

A Cobertura: elenco da série (2021)

  • E Ji-ah
  • Kim So-yeon
  • Eugene
  • Uhm Ki-joon
  • Tae-gyu Bong
  • Yoon Joo-hee

Ficha técnica da série A Cobertura, da Netflix (2021)

  • Título original da série: Penteuhauseu
  • Criação: Joo Dong-min, Kim Soon-ok
  • Direção: Dong Min Joo, Park Soo-Jin
  • Roteiro: Soon-ok Kim
  • Gênero: policial, drama, suspense
  • País: Coreia do Sul
  • Ano: 2023
  • Temporada: 3
  • Episódios: 14
  • Duração: de 74 a 85 minutos
  • Classificação: 16 anos

Sobre o autor

2 thoughts on “O adeus agridoce de ‘A Cobertura’

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *