A Noite que Mudou o Pop crítica do filme documentário We Are The World Netflix 2024

Foto: Netflix / Divulgação

“We Are The World” é, sem dúvida, um marco na música pop mundial. Carregando o símbolo da esperança e de um mundo melhor até hoje, a canção reuniu os maiores astros do mainstream em 1985. Ícones como Michael Jackson, Steve Wonder, Cyndi Lauper, Lionel Richie, Quincy Jones, Tina Turner, Bruce Springsteen, Diana Ross, Ray Charles, Bod Dylan, entre outros, se reuniram para gravar os versos imortalizados em prol do combate à fome na África.

Nesta segunda-feira (29), chega à Netflix o filme “A Noite que Mudou o Pop” (The Greatest Night in Pop), documentário musical que mostra como foi a reunião de tantos artistas grandiosos para gravar a canção “We Are The World”, um encontro que, embora nobre, quase não aconteceu.

Leia também

Netflix lança documentário sobre a música ‘We are the World’: veja o trailer

‘Somos Guardiões’ é um alerta para a humanidade

Apesar dos destroços, ‘Em Ruínas’ se mantém de pé

Qual a história da música We Are The World?

“We Are The World” (em português: “Nós somos o mundo”) é uma canção composta por Michael Jackson e Lionel Richie, gravada em 28 de janeiro de 1985 por 46 cantores norte-americanos, no projeto USA for Africa, que tinha como objetivo arrecadar fundos para o combate à fome e as doenças no continente africano, inspirados pelo festival Live Aid (organizado pelo músico irlandês Bob Geldof).

A música fala que nós não podemos fugir dessa responsabilidade e fingir que nada está acontecendo. A letra de “We Are The World” fala que “Nós somos o mundo, nós somos as crianças / Nós somos aqueles que fazem o dia ser mais brilhante”, e pede que comecemos a doar: “Há uma escolha que estamos fazendo / Estamos salvando nossas próprias vidas / É verdade, nós faremos um dia melhor / Só você e eu”.

Sinopse de A Noite que Mudou o Pop

“A Noite que Mudou o Pop” é a história não contada de como o sucesso “We are the World” quase não aconteceu. As 46 maiores estrelas da música pop – entre elas Michael Jackson, Cyndi Lauper, Lionel Richie, Quincy Jones, Tina Turner, Bruce Springsteen, Stevie Wonder, Diana Ross, Ray Charles, Bod Dylan, entre outros – tiveram apenas uma noite para transformar o caos em magia.

Leia mais críticas de filmes da Netflix

A Noite que Mudou o Pop é bom?

“A Noite que Mudou o Pop” se destaca ao fugir do formato convencional de documentários musicais, oferecendo uma imersão específica nos detalhes da gravação. O diretor Bao Nguyen, que foca em Quincy Jones, o produtor musical por trás do evento, consegue, de maneira muito eficaz, equilibrar a narrativa entre entrevistas contemporâneas e imagens de arquivo, criando um filme envolvente e autêntico.

O documentário começa contextualizando o cenário musical de 1984, destacando figuras-chave como Harry Belafonte, que inspirou a iniciativa após o sucesso do “Do They Know It’s Christmas?”, da Band Aid. Com astros como Lionel Richie, Michael Jackson e Quincy Jones, o filme revela os desafios e a intensidade da gravação com uma narrativa rica de momentos marcantes, como conflitos de personalidade, momentos cômicos e desvios líricos.

“A Noite que Mudou o Pop” consegue criar um retrato impactante da noite em que o estrelato se uniu em prol de uma causa nobre. Embora não seja tão aprofundado quanto outros documentários clássicos, como “Original Cast Album: Company”, e falte uma análise mais robusta de questões controversas, o filme compensa com uma atmosfera leve e nostálgica que vai tocar os fãs da canção, de música em geral e, claro, curiosos.

Leia críticas de séries da Netflix

Conclusão

O documentário destaca não apenas a magnitude do encontro, mas também a humanidade por trás das estrelas. As histórias compartilhadas pelos músicos, desde os desafios de comunicação até os momentos de descontração nos bastidores, proporcionam uma visão autêntica de uma noite que ecoou na história da música.

“A Noite que Mudou o Pop” é mais do que um simples olhar retrospectivo sobre a gravação de “We Are the World”: é uma celebração autêntica da colaboração musical e do espírito humanitário que impulsionou esse projeto grandioso, se tornando um tributo tocante à generosidade e à união de grandes artistas em prol de uma causa belíssima.

  • Vai comprar na Amazon? Então ajude o Flixlândia adquirindo seus produtos pelo nosso link: https://amzn.to/41fnLbN.

Siga o Flixlândia nas redes sociais

Onde assistir ao filme A Noite que Mudou o Pop (2024)?

O documentário musical “A Noite que Mudou o Pop” estreou nesta segunda-feira, dia 29 de janeiro de 2024 no catálogo da Netflix.

Trailer do documentário A Noite que Mudou o Pop, da Netflix (2024)

Ficha técnica do filme A Noite que Mudou o Pop, da Netflix (2024)

  • Título original do filme: The Greatest Night in Pop
  • Direção: Bao Nguyen
  • Gênero: documentário
  • País: Estados Unidos
  • Ano: 2024
  • Duração: 97 minutos
  • Classificação: 12 anos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *