Along with the Gods - The Last 49 Days crítica do filme sul-coreano Netflix 2018

Foto: Edko Films / Divulgação

Dirigido por Kim Young-hwa, o filme “Along with the Gods: The Last 49 Days” (Sin-gwa ham-kke: In-gwa yeon) é uma sequência ambiciosa do sucesso “Along with the Gods: The Two Worlds”. Com uma narrativa repleta de personagens e tramas, o filme procura expandir o universo estabelecido, trazendo elementos visuais impressionantes.

Leia também

‘Do Outro Lado da Dor’ e o enfrentamento do luto

‘A Sociedade da Neve’, uma obra de arte sobre resiliência e solidariedade

‘Tribunal de Família’ é uma experiência reflexiva e emotiva

Sinopse de Along with the Gods: The Last 49 Days

O filme continua a história dos três guardiões do pós-vida, Gang-lim, Hae Won-maek e Deok-choon, enquanto enfrentam sua 49ª e mais desafiadora tarefa: garantir a ressurreição de Su-hong. O rei do pós-vida, Yeomra, impõe condições complexas, levando os guardiões a se aventurarem no mundo real para cumprir sua missão.

Leia mais críticas de filmes da Netflix

Along with the Gods: The Last 49 Days é bom?

O filme teve uma estreia impressionante na Coreia do Sul, seguindo os passos de seu antecessor, gerando forte aceitação do público, com cerca de 80% de aprovação e obtendo uma excelente receita de US$ 99 milhões para uma produção que custou apenas US$ 18 milhões. No entanto, a quantidade excessiva de personagens e subtramas, ainda mais sem um protagonista claro, deve desagradar quem busca uma trama mais coesa.

Trama sobrecarregada

O diretor Kim Young-hwa opta por uma narrativa densa, explorando não apenas o presente, mas também o passado dos personagens. No entanto, a abundância de tramas e o grande elenco tornam difícil para qualquer personagem se destacar. O enredo parece menos focado na história principal e mais em estabelecer possibilidades para futuros filmes, seguindo uma fórmula típica de franquia.

Personagens e desenvolvimento

A falta de um protagonista central é visível, apesar da presença de talentosos atores como Ha Jung-woo, Lee Jung-jae e Don Lee (que trabalhou em “Eternos”, de 2021). O próprio Lee vai muito bem em momentos cômicos, mas a sobrecarga de personagens prejudica o desenvolvimento individual. Alguns personagens, como Su-hong, perdem a profundidade (ainda que pouca) que tinham no filme anterior.

Efeitos especiais, humor e emoção

Embora alguns momentos impressionem, a qualidade visual varia, e a ousadia de competir com produções de Hollywood com um orçamento mais modesto acaba falhando falha. A decisão de filmar os dois filmes simultaneamente destaca a ambição do diretor.

Além disso, oO filme incorpora uma mistura de humor e melodrama, buscando cativar o público. As cenas engraçadas são fornecidas principalmente por Don Lee, mas as tentativas de equilibrar a leveza com momentos mais sérios nem sempre são bem-sucedidas. A insistência em justificar as ações dos personagens é excessiva, o que acaba tirando a sutileza das emoções.

Leia críticas de séries da Netflix

Conclusão

“Along with the Gods: The Last 49 Days” tem uma proposta ambiciosa, mas a sobrecarga narrativa e a falta de foco prejudicam sua coesão. Embora ofereça momentos visuais impressionantes e boas atuações, a tentativa de estabelecer uma franquia acaba prejudicando o resultado final, não atingindo o potencial que a produção prometia.

  • Vai comprar na Amazon? Então ajude o Flixlândia adquirindo seus produtos pelo nosso link: https://amzn.to/41fnLbN.

Siga o Flixlândia nas redes sociais

Onde assistir Along with the Gods: The Last 49 Days (2018)?

O filme “Along with the Gods: The Last 49 Days” estreou nesta sexta-feira, dia 5 de janeiro de 2024, no catálogo da Netflix.

Trailer do filme Along with the Gods: The Last 49 Days (2018)

Along with the Gods: The Last 49 Days – elenco do filme (2018)

  • Ha Jung-woo
  • Cha Tae-hyun
  • Ju Ji-hoon
  • Kim Hyang-gi
  • Don Lee
  • Kim Dong-wook
  • Do Kyung-soo
  • Jung Ah-mi
  • Sung Dong-il

Ficha técnica de Along with the Gods: The Last 49 Days (2018)

  • Título original do filme: Sin-gwa ham-kke: In-gwa yeon
  • Direção: Yong-hwa Kim
  • Roteiro: Ho-min Ju, Yong-hwa Kim
  • Gênero: fantasia, aventura, ação
  • País: Coreia do Sul
  • Ano: 2018
  • Duração: 141 minutos
  • Classificação: 12 anos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *