Fiasco Netflix crítica da série minissérie 2024

Foto: Netflix / Divulgação

A nova série francesa da Netflix, “Fiasco”, nos leva aos bastidores de uma produção cinematográfica tumultuada, fazendo uma homenagem involuntária à falecida cineasta Eleanor Coppola. Com uma estrutura de mockumentary e um tom que oscila entre o humor e a crítica ao processo criativo, a minissérie se desdobra em sete episódios que exploram o caos de uma filmagem destinada ao desastre.

Leia também:

Sinopse de Fiasco, da Netflix

“Fiasco” segue Raphaël Valande, um diretor novato interpretado por Pierre Niney, enquanto ele tenta dirigir seu primeiro longa-metragem, uma história baseada na vida de sua avó, uma lutadora da resistência.

A série começa com a perda do investimento inicial, do protagonista e da sanidade de Raphaël em apenas uma semana de filmagem. Problemas aumentam com a presença de um sabotador misterioso, acidentes no set, gafes em aparições na mídia e outras desventuras que transformam a produção em um verdadeiro fiasco.

Leia mais críticas de séries da Netflix

Cena da série “Fiasco”, da Netflix (Foto: Netflix / Divulgação)

Crítica da série Fiasco (2024)

A atuação de Pierre Niney como Raphaël é o coração da série, trazendo uma mistura de nervosismo e ingenuidade que lembra os primeiros dias de Woody Allen. A série brilha em seus momentos de humor físico e diálogos afiados, embora falte uma sátira mais aprofundada sobre a indústria cinematográfica. Ao invés disso, “Fiasco” prefere brincar com o formato de documentário e focar no desenvolvimento pessoal e profissional desastroso de Raphaël.

O contraste entre a incompetência de Raphaël e a dificuldade de gerenciar um grande set de filmagem é bem explorado, ilustrando as dificuldades e o caos que podem surgir em qualquer produção cinematográfica. No entanto, a série poderia beneficiar-se de uma crítica mais incisiva sobre os clichês e absurdos do mundo do cinema, algo que séries como “Call My Agent!” fizeram com mais eficácia. Ainda assim, é uma produção extremamente divertida, garantindo um passatempo de primeira aos espectadores.

Confira todas as críticas de filmes da Netflix

Conclusão

“Fiasco” oferece um olhar cômico e por vezes crítico sobre os bastidores de uma produção cinematográfica. Enquanto a série entrega muitas risadas e momentos memoráveis, carece de uma mordida satírica mais afiada que poderia elevar seu impacto. No entanto, graças à atuação de Niney e ao talentosos coadjuvantes, a minissérie consegue conquistar o espectador.

  • Vai comprar na Amazon? Então ajude o Flixlândia adquirindo seus produtos pelo nosso link: https://amzn.to/41fnLbN

Onde assistir à série Fiasco (2024)?

A minissérie francesa “Fiasco” está disponível para assinantes da Netflix.

Trailer da série Fiasco

Elenco de Fiasco, da Netflix

  • Pierre Niney
  • Géraldine Nakache
  • Pascal Demolon
  • Leslie Medina
  • Louise Coldefy
  • Djimo
  • Juliette Gasquet
  • Igor Gotesman

Ficha técnica de Fiasco (2024)

  • Título original: Fiasco
  • Criação: Igor Gotesman
  • Direção: Igor Gotesman
  • Roteiro: Igor Gotesman, Tania Gotesman, Pierre Niney, Nicolas Slomka
  • Gênero: comédia
  • País: França
  • Ano: 2024
  • Temporada: 1
  • Episódios: 7
  • Duração: de 33 a 41 minutos
  • Classificação: 16 anos

1 thought on “‘Fiasco’, um olhar divertido e crítico sobre os bastidores do cinema

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *