Terror nas Profundezas crítica do filme da Netflix 2023 (2)

Foto: Netflix / Divulgação

Ambientado no Caribe, “Terror nas Profundezas” (Deep Fear) é mais um filme de suspense que tem o tubarão como antagonista que chegou esta semana ao catálogo da Netflix. Além dele, estreou também neste sábado (4) o longa-metragem “Tubarão: Mar de Sangue”, que o Flixlândia também fez crítica.

Leia também

‘Sly’: documentário sobre Sylvester Stallone é sensacional

‘NYAD’ e a importância de não deixar o sonho morrer

‘Paralisia’ se arrasta até surpreender no final

Sinopse de Terror nas Profundezas, da Netflix

Em “Terror nas Profundezas”, Naomi (Mãdãlina Ghenea) é uma talentosa velejadora que parte em uma viagem solo num barco a vela para encontrar seu namorado, Jackson (Ed Westwick), em Granada. Sua jornada aparentemente tranquila toma um rumo inesperado quando uma tempestade a força a sair do curso traçado.

Circum-navegando uma ilha desabitada cercada de recifes, ela responde a um sinal de socorro para ajudar uma embarcação que afunda, onde encontra três sobreviventes agarrados aos restos destruídos de um barco. Os eventos logo tomam uma reviravolta malévola quando faz uma grande descoberta sobre os náufragos e a jovem deve usar sua inteligência e determinação para sobreviver.

Terror nas Profundezas é bom?

De cara, já podemos definir “Terror nas Profundezas” como um filme B, com baixo orçamento, ainda que tenha Mãdãlina Ghenea (“Casa Gucci”) como protagonista e Ed Westwick (“Gossip Girl”) como um dos integrantes do elenco. Esse fato, no entanto, não desabona de imediato o longa-metragem, já que algumas produções como essa são bem assistíveis.

Aproveitando-se dos cenários paradisíacos do Caribe, Terror nas Profundezas tem sim suas qualidades, como a bela fotografia, o bom trabalho de cenografia e efeitos visuais até bastante competentes. Mas as qualidades param por aí.

Dirigido por Marcus Adams (“O Jogo dos Espíritos”, de 2002), e escrito por Robert Capelli Jr. e Sophia Eptamenitis, “Terror nas Profundezas” segue o caminho trilhado pelas diversas produções B que conhecemos: roteiro raso (e aqui não é nenhum trocadilho com o nome do filme), e uma direção preguiçosa e sem criatividade para explorar as boas possibilidades de cenas embaixo d’água.

Não há sustos nem tensão provocados pelos ataques dos tubarões, tampouco o drama que tentam empregar ao longo da projeção funciona. Além disso, as atuações são medíocres. Assim, o filme mantém-se em uma trajetória extremamente previsível e se torna mais uma daquelas produções que só servem para preencher o catálogo da Netflix. Ao menos, “Terror nas Profundezas” serve para mostrar que os verdadeiros vilões não são os predadores dos mares, mas os próprios humanos, seja no texto do roteiro ou atrás e diante das câmeras.

Onde assistir ao filme Terror nas Profundezas (2023)?

O filme Terror nas Profundezas estreou nesta sexta-feira, dia 3 de novembro de 2023, no catálogo da Netflix.

Trailer do filme Terror nas Profundezas, da Netflix (2023)

Terror nas Profundezas: elenco do filme da Netflix (2023)

  • Mãdãlina Ghenea
  • Ed Westwick
  • Macarena Gómez

Ficha técnica do filme Terror nas Profundezas, da Netflix (2023)

  • Título original do filme: Deep Fear
  • Direção: Marcus Adams
  • Roteiro: Robert Capelli Jr., Sophia Eptamenitis
  • Gênero: suspense, ação
  • País: Reino Unido
  • Ano: 2023
  • Duração: 85 minutos
  • Classificação: 14 anos

Sobre o autor

2 thoughts on “‘Terror nas Profundezas’ e a injustiça com os tubarões

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *